Tomorrow never knows...

Tomorrow never knows...
It is not dying, it is not dying.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

A minha vida têm sido vivida com muito amor. Eu encontro a paz sem muito esforço e tudo o que é bom expande-se na minha frente. A felicidade mais do que evidente, me leva a um estado de plena satisfação e eu sinto que não preciso de mais nada. Quando valorizamos as pequenas coisas da vida, nos tornamos mais felizes e às vezes nem percebemos isso. Agora eu percebo e tento não reclamar tanto quanto eu reclamava antes. A gente tem coisa demais pra fazer, não percamos tempo com coisas negativas, certo? Nascemos para a felicidade, o amor e para semear a paz. Errados estão aqueles que só querem guerrear, isso é doença, trate de se curar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário