Tomorrow never knows...

Tomorrow never knows...
It is not dying, it is not dying.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Por onde andei.

Andei por muitos caminhos diferentes para chegar até aqui.
É fato que ao longo de nossas vidas, vamos passando por lugares que nunca imaginamos que passaríamos e às vezes, é realmente muito bom. Enquanto que em outras, pode ser um fracasso.
Tudo o que passamos, nos traz alguma experiência, mesmo que seja mínima, inútil, fútil. Sempre digo que toda experiência é válida, mesmo aquelas que nos fazem sofrer, doem e incomodam. Tem gente por aí que acredita, que as experiências dolorosas que temos na vida é que nos fazem mais fortes; discordo. Claro que após as derrotas, descobrimos o que temos de fazer para vencer na próxima vez. Mas o que nos fortalece, são as boas experiências. Aquelas que nos fazem sorrir e querer seguir em frente a cada dia de manhã.
Não há vitória sem derrota e nem derrota sem vitória. O que nos faz crescer é o quanto valorizamos os momentos de nossas vidas. Eu valorizo muito os da minha. Inclusive os momentos em que chorei, sofri e me vi fracassar. Mas quando sorri e segui forte, adquiri mais amadurecimento.
Não sei, talvez isso seja relativo. Mas penso que há relatividade em tudo que chamamos de pensamento.
Por onde ando e andei, vou aprendendo e acolhendo as experiências. Viver é a maior delas. Sendo assim, não perca seu tempo com bobagens e viva a única vida que você tem, fazendo bem para si e para o mundo ao seu redor.

Não me orgulho de tudo o que já fiz e tudo o que passei. Porém, o que aprendi e cresci com isso, ninguém me tira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário