Tomorrow never knows...

Tomorrow never knows...
It is not dying, it is not dying.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Faculdade.

Minha apreensão diminuiu depois que entrei naqueles corredores e vi aquele tanto de gente que deve ter um tanto em comum comigo.
Senti em meus pulmões o fôlego que me fugia até então.
Estou com um bom pressentimento à respeito dos meus próximos 4 anos de Faculdade.
Tenho me sentido com vontade de aprender e ir atrás do que é realmente importante.
Toda vez que desço para o Bloco K, já me encho daquele fôlego. Levanto a cabeça, deixo os olhos e ouvidos atentos e espero que meu cérebro aja de acordo e processe bem cada informação que me é dada.

Fascínio prévio em relação aos dias que virão. Promissores, longínquos e velozes.

Feliz por estar de volta, só que agora, aonde eu deveria estar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário