Tomorrow never knows...

Tomorrow never knows...
It is not dying, it is not dying.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Tanta coisa aconteceu nesses últimos tempos, que agora coloco todas as ideias no lugar. As coisas não me parecem tão desesperadoras e já consigo ficar em paz.
Existem coisas que fiz, que jamais farei novamente. Coisas tais que me fizeram crescer, aprender e ver que há muito mais nessa vida.
Sei que não vai ser de uma hora pra outra que deixarei minha ansiedade de lado, que serei mais segura e mais decidida em relação às minhas escolhas, mas tenho tido progressos. Sei do meu esforço. Isso é o que importa.

Eu tenho me sentido tão feliz com as mudanças que aconteceram de uma hora pra outra na minha vida. Sinto-me grata também. Aprendo a cada dia que as coisas acontecem do como têm que acontecer e se nos esforçarmos verdadeiramente para vê-las dar o resultado que esperamos. Muita paciência, respeito e paz é o que falta no mundo, por isso que tem tanto caos. Tenho praticado isso no meu mundo. Quando começamos a nos organizar e organizar o nosso mundinho, nos tornamos capazes de ajudar algo maior organizar-se também.

Antes eu queria que alguém me dissesse o que eu sou, quem eu sou. Mas esse tipo de coisa, ninguém pode responder, só o nosso coração. O meu me diz, que eu sou só mais um grão de areia no mundão, mas tenho minha significância apesar de tão pequena diante de tudo. Diz também que eu sou capaz de chegar aonde eu quiser. Todos somos capazes. Sou pequena, sou um grão...mas tenho dentro de mim, um coração capaz de amar e transmitir o que sinto através das palavras. O coração me diz, que a palavra, me faz forte e diante do coração, não há questionamento. Ele tem razões que a própria razão desconhece, todo mundo sabe.

Além de tudo, eu sou uma incógnita e a cada pequena vitória, a cada fracasso, a cada aprendizado, descobrirei um pouco mais de mim.
No fundo, somos todos iguais. Grãos de areia no meio de um deserto sem fim. Cada grão com uma história, uma vida, um valor.

Tenho sonhos, desejos e irei atrás dele com toda a garra que me foi dada. Com segurança, paciência e paz no coração.
Aprendi que o amor tem várias faces e estou embebida de várias delas. Isso me dá forças pra continuar seguindo com tanta vontade.

Obrigada. É. Nunca esqueça de agradecer. Agradecer pela vida, porque ela é única e tem que ser vivida intensa e verdadeiramente.


Paz.

Um comentário:

  1. Agradecer pela vida, porque ela é única e tem que ser vivida intensa e verdadeiramente [2]

    disse tudoo Jú !
    *---*

    ResponderExcluir