Tomorrow never knows...

Tomorrow never knows...
It is not dying, it is not dying.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Cansaço.

Hoje eu tô cansada. Cansada de ter que escrever corretamente, de ter que calcular fatura, de ter que ouvir gente falando "desbroquear", de pegar o busão, de acordar às 7 da manhã, de não ter mil coisas pra comer, de ter que dever 2 conto pro menino do brigadeiro, de não me organizar pra fazer meus trabalhos, de ter que ser responsável.
Me cansei do PARA e vou escrever PRA, sim. Não tô na faculdade agora, me deixa. Cansei de não ter dinheiro e sei que o cansaço que eu tô tendo é pra refletir nesse setor da minha vida, mesmo.
Me cansa ter que chegar em casa e mal ter tempo pra comer, me arrumar e já ir pra aula.
Nunca desconsidero a possibilidade de que eu poderia estar dormindo. Ou comendo. Ou até lendo Nietzsche. Mas a gente tem que ser grande e parar de se lamentar, certo? Que se foda. Eu tô de tpm, tô irritada e preciso de férias. Vou embora pra algum lugar que ninguém me encha o saco. Lá vai ter comida de graça e música boa. E NINGUÉM que fala errado. Pelo amor de Deus, vai trabalhar com teleatendimento e fala POBREMA, se toca. Ai, eu cansei. Quero dormir até...

Um comentário:

  1. Dói na alma quando as pessoas falam "pobrema". Pior ainda é quando dizem "poblema". Acho que o segundo é muito pior.

    Dica: vc, que está precisando desesperadamente de umas férias, quando tiver, vai querer alucinadamente a sua vida louca de volta. Mas as férias são merecidas e nós precisamos. E quanto antes vier, melhor.

    Adorei o texto!
    *bjos!

    ResponderExcluir