Tomorrow never knows...

Tomorrow never knows...
It is not dying, it is not dying.

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Super gêmeos, ativar!



Você tem alguma coisa diferente. Deve ser porque é igual. Sabe aonde é certo colocar o ketchup e mantém rituais com instrumentos. É um encantado por mãos e tem uma loucura peculiar nos olhos. Ri de modo engraçado e dorme muito. Canta e toca com suavidade e calmaria. Gosta de Camera Obscura e fala 'caaara' muitas vezes em um contexto só.

Os pensamentos que lança no ar são gêmeos e cruzam-se em cada esquina com os meus.
É como se adiantasse o que eu ia fazer (vice e versa). Como se nos conhecessemos desde sempre. Mas a sabemos que não é assim.
Gosto de estar só e você também. Sentimos muito bem o gosto da liberdade.
Nós falamos muita bobagem e rimos de braguilhas esquecidas.

O doce dos deuses é de leite em pó e multiplicamos para dividir. E a sinceridade arde sofridamente na pele. Duas matracas soltas sem controle. Muita hipnoze pelo violão de 3 cordas. Muita vontade de vê-lo com 6.
Conversa séria do meio da festa. Todo mundo muito louco e tanta cor dançando.

Super gêmeos, ativar! Pensamentos que se entendem com pouquíssimo (ou nenhum) esforço. Uma identificação impossível de explicar. E um carinho. Se tornou importante e impossível de abandonar. "Eternamente responsável por aquilo que cativas..." saca?

E os dias e anos irão passar, mas isso com certeza não irá. Porque os amigos são a família que a gente escolhe e eu escolho ter você sempre presente na minha vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário