Tomorrow never knows...

Tomorrow never knows...
It is not dying, it is not dying.

sábado, 31 de julho de 2010

Não sei dançar - Marina Lima

Às vezes eu quero chorar,mas o dia nasce e eu esqueço.
Meus olhos se escondem onde explodem paixões...

E tudo que eu posso te dar, é solidão com vista pro mar. Ou outra coisa pra lembrar...

Às vezes eu quero demais e eu nunca sei se eu mereço.
Os quartos escuros pulsam! E pedem por nós...
E tudo que eu posso te dar, é solidão com vista pro mar. Ou outra coisa pra lembrar...
Se você quiser, eu posso tentar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário