Tomorrow never knows...

Tomorrow never knows...
It is not dying, it is not dying.

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Fútil.

Você é do tipo que conta as calorias, malha, corre, faz pilates e o caralho a 4 só pra não engordar. Tem quase 1,80 de altura e age com toda superioridade do seu tamanho como se as pessoas ao seu redor não pudessem ser melhores do que você. Tenho certeza que são.
Não sabe falar direito. Troca "e" por "i" quando escreve e fala na 3ª pessoa. Mim Tarzan, você Jane.
Você nunca passou necessidade na vida e reclama por ser rica demais, ter a vida boa demais e ser idolatrada por crianças sem personalidade que te julgam diva pelas fotos do Orkut.
Você ainda é uma criança mimada e pensa que virar 300 doses de tequila vai fazer você ser 'do role'.
Você quer ser mais estrela que a Kate Moss, achando que enchendo a cara e se fazendo de rebelde problemática vai ser conhecida mundialmente.

Acorda. O mundo não é só essa futilidade que você vive.
Curte moda? Lindo, maravilhoso. É uma arte, confesso. Então estude, aprenda a falar primeiro, deixe a 3ª pessoa de lado e pare de agir como o Tarzan sem banana, pare de reclamar da vida maravilhosa e privilegiada que tem.
Acha que tá gorda? As crianças da Etiópia gostariam de comer o que você come todos os dias. Vestir o que você veste então, nem se fala!

Você tem personalidade fraca. É fútil. Merece estar neste planeta, porque existem (infelizmente) muitas pessoas iguais a você.
E infelizmente (de novo) ainda não inventaram uma bomba pra pulverizar esse tipinho de gente. É realmente uma pena. Mas não pena iguais às suas de galinha, pena de dó, mesmo, sabe o que é isso? Ah é, esqueci que você não sabe ler também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário