Tomorrow never knows...

Tomorrow never knows...
It is not dying, it is not dying.

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Hoje eu vou tentar falar um pouco sobre amizade. Acho que é porque sinto que algumas delas estão abaladas.
Quando se tem um amigo, se tem tudo. Você topa até assaltar um banco, desde que seu companheiro esteja com você pra te acobertar e fugir com toda a grana com você.
Há alguns anos atrás eu conheci duas meninas. Os dois contatos foram primeiro pela internet e depois a gente acabou se encontrando e virando o 'trio parada dura' mais firmeza que existiu.
Não existia uma sem a outra e quando uma não tava presente, uma das outras duas ficava encarregada de deixar a outra a par de todas as novidades. Depois que se passaram alguns anos, tudo isso mudou.
Duas mudaram de cidade, mas mesmo assim algum contato permaneceu. Ainda existia união entre o trio. Até que as coisas mudaram novamente e tomaram um rumo que se perguntar a qualquer uma das 3, garanto que nenhuma conseguirá responder o por que de tanto desdém agora.
Foi a distância, foram os fatos, foram os interesses que não tem mais nada em comum...Pode ter sido um monte de coisas. Vai saber.
O mais triste disso tudo, é olhar para duas das três e ver que se falam tanto quanto antes. A mesma distância. Quando se tenta um contato com elas, não respondem. Se respondem é com AQUEEEEEEEELA vontade. Na verdade, não se importam.

Mas são amizades que ficarão pra sempre marcadas no coração e na vida. Quem sabe se reencontrem algum dia e possam reconstruir a amizade que se quebrou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário