Tomorrow never knows...

Tomorrow never knows...
It is not dying, it is not dying.

sábado, 31 de dezembro de 2011

2012 vem com força!



Eu só queria vir aqui para agradecer a vocês minhas flores por terem feito meu fim de ano muito lindo e regado de risos. Obrigada por todos os momentos. Ficou faltando a Tal, claro, mas também esteve presente o tempo todo.
De Natal eu ganhei a presença de vocês ao meu lado, assim como ganhei a presença de vocês hoje pra pularem ondinhas comigo e juntas trazermos muitas positividades para o novo ano que chega.

Eu amo vocês e tudo foi completo com vocês aqui.
VOLTEM LOGO! <3

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Descalça e de biquíni.

Não vamos falar sobre a culpa. Ela já fez o favor de ir embora daqui. Depois de tanto tempo insistindo em fazer mal, caiu na real e se foi.
Agora só há espaço para seguir em frente, sem culpas e muito menos arrependimentos.
Sabe o que eu tenho visto? O Novo. É ele está me perseguindo agora, aonde quer que eu vá, me deparo logo com ele.
Os novos lugares, as novas pessoas, as novas experiências e as novas vontades que têm surgido...tudo novo. E não é só porque está chegando o "Ano Novo" não. É porque tudo mudou, e mudou realmente dentro de mim.

Na realidade acho que o que aconteceu, foi um resgate. Voltar a ser eu, a ser leve, a não viver pisando em ovos com medo do que pode acontecer. Despreocupada, sem culpa de nada.

Ando por aí descalça e de biquíni, muito feliz e contente. Sem medo de ir e vir, sem medo do que vão dizer. Sem medo de conhecer outras faces de mim que possam vir a aparecer no decorrer do tempo.
Agora sim, sinto-me feliz. Completa.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Freedom!

Por muito tempo me senti culpada por muitas coisas. Coisas que fiz e deixei de fazer. E agora eu me pergunto, por quê? Por que é que eu me deixava sentir mal pelas coisas? A gente não precisa disso.

Aos poucos estou me perdoando. E agora colocando em mente que sou e sempre fui livre para fazer minhas escolhas, mas por algum motivo eu me deixei um pouco de lado.
Olhando para trás eu vejo como certas coisas não faziam sentido. E eu ali, batendo sempre na mesma tecla.

Agora vou me recompor. Sonhos e vontades não serão mais jogados no espacinho que eles têm na minha mente, serão realizados. Acho que nunca me senti tão livre. E vou sentindo a felicidade em cada pedacinho dessa nova liberdade.

Happiness is a warm gun.
Cuore agire - Agir com o coração - Coragem
Libertas - Liberdade

O que siginificam estas palavras para mim?
"Tomorrow never knows..."
Ultimamente tenho me sentido diferente. Estou mudando, em transição novamente e isso me faz bem. Também sinto-me confusa em algumas ocasiões. Mas creio que seja normal.
Muitas coisas mudaram e ainda estão mudando. E eu, vou junto.

Minha mente maquinando o tempo inteiro, informações em demasia.
Torno a falar que isso me faz bem. Mas quero aprender a controlar, até mesmo a minha respiração eu não consigo...então vou aprender e não vou entrar em parafuso, preciso relaxar.

Olho em volta e tudo o que vejo é a liberdade que eu tinha deixado de lado. Outras coisas no caminho, vontade de seguir em paz. Cansei de aborrecimentos. Seguir com o coração e controlar a mente. Respirar e meditar.

O mundo muda o tempo todo e nós, seres humanos, não somos capazes de impedir essas mudanças. Mesmo que sejamos, vale a pena? mudar é bom, é evolução. Tudo o que foi aprendido será usado, com certeza. Mas abrem-se as portas e janelas para novos conhecimentos, novas inspirações e novos ares. Simples. Ficar preso no passado, não vale a pena para ninguém. Porque já se tirou tudo o que deveria ter tirado de lição. Agora é abrir o coração para novos horizontes e aventuras que o destino desenha.