Tomorrow never knows...

Tomorrow never knows...
It is not dying, it is not dying.

terça-feira, 24 de abril de 2012

Como o tempo passa...

A última vez que te vi, você me virou as costas segurando um vaso com o nosso pezinho de maconha. Eu não queria demonstrar o quanto estava sofrendo com aquilo tudo. Os últimos dias haviam sido os melhores alguns dos melhores dias das nossas vidas juntos. Não conseguia mais dormir sem você do meu lado na cama. Um colchão de solteiro, sem você. Agora um de casal. Também sem você. E às vezes me sentir sozinha faz mais do que parte do meu dia a dia. Tem feito parte de mim. Embora tenha crescido e visto que muitas vezes fui uma boba, me conheci bastante nesse tempo só. Apesar de ser ruim, é bom. O que acontece, é que eu penso em você todos os dias. E mesmo com todo esse tempo que já passou, eu acordo e lembro de tudo o que aconteceu. Fico com vontade de conhecer seu "novo" eu. E como será? Consigo ver que não conseguirei conter as lágrimas. Como sempre, fraquejo quando o assunto somos nós. Como se não bastasse sentir sua falta todos os dias, tenho que me conformar que a hora certa ainda não chegou e precisamos ser mais um pouco pacientes. Mesmo dormindo, constantemente me aparece você com seu ar diferente e igual. Me dá uma vontade de ficar do seu lado e nunca mais ir embora ou te deixar ir. Viver todas as aventuras que planejamos. Eu quero viver ao seu lado. Olhar nos teus olhos novamente e constatar o que eu já sei: que você é e sempre foi o homem da minha vida. Nos momentos bons e ruins. Por favor, mais doses de momentos bons, obrigada. Eu quero uma nova viagem e um novo destino criado por nós. Ir para onde quisermos e pronto. O amor quando é verdadeiro, permanece intacto. Quando tocado novamente, eleva-se. E não há dúvidas de que o seja, pois se não fosse, não haveria tanta vontade, saudade, esperança e certeza. Todo afeto, carinho, paixão...o amor que estava guardado - desabrochou. Olhos nos olhos e você saberá que eu digo a verdade. Que é minha maior vontade, nós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário