Tomorrow never knows...

Tomorrow never knows...
It is not dying, it is not dying.

sábado, 12 de maio de 2012

Emaranhado inexplicável. a maior das maiores bagunças. Solidão. Saudade. Vontade. Falta algo... uma surpresa boa, uma aventura... um salto do penhasco mais alto. Vazio, de volta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário