Tomorrow never knows...

Tomorrow never knows...
It is not dying, it is not dying.

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Um entra e sai interminável
de pessoas trazendo a completude
dos momentos em que passam
juntos.
A dádiva de todos os presentes.
E quando alguém vai embora,
não deve-se deixar tempo para haver tristeza.
Absorvemos tudo.
Recordamos com  paixão.
Coração em chamas funciona assim.
Entra e sai interminável de pessoas
que ensinam que não vale a pena amar
se não se deixar engolir pelo amor.
É pouco.