Tomorrow never knows...

Tomorrow never knows...
It is not dying, it is not dying.

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Deixa expulsar do peito
isso que não parece direito;
te amar.

Porque nem sempre
poderei ver o mar
nem nos teus olhos irei
me encontrar.

Talvez seja um sonho
quem sabe, aconteceu
Mas o que importa
é que você abra a porta
e saiba que sou eu.

Percorrer o mundo
falando do amor
ouvindo a dor.

O que realmente importa
é que não feche a porta
e me deixe entrar
E amanhã nada será
além dos teus olhos de mar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário