Tomorrow never knows...

Tomorrow never knows...
It is not dying, it is not dying.

sábado, 20 de outubro de 2012

O que se espera...

O que se espera do tempo
desatino do destino
uma surpresa inimaginável.

O que se espera do amor
inigualável, incomparável.
Da saudade descabida
verdade sofrida
do ter e não ter.

O que se espera do dia
que será chegada a hora
de ouvir e ver o que será
do destino. Desatino.

Despindo-se de toda mágoa.
Deixando em águas passadas
aquilo que machucou.
Um novo começo...

O que se espera de um final
um começo melhor
um amor imortal.


Nenhum comentário:

Postar um comentário