Tomorrow never knows...

Tomorrow never knows...
It is not dying, it is not dying.

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Não sei falar de outra coisa (que não seja amor)

Não sei falar de outra coisa
que não seja amor
Não sei escrever sobre
o tempo
os dias
e as más notícias

Escrevo o coração
e a alma
mesmo que às vezes
a toa, 
porque assim
me sinto boa

Não sei falar de outra coisa
que não seja amor
Não sei escrever sobre
o tempo
os dias
e as más notícias

Tiro o peso
que tenho que carregar
E falo de amor
todo tempo
mesmo quando 
eu invento
consigo enxergar

Não sei falar de outra coisa
que não seja amor
mesmo que aqui no peito
prevaleça a dor

E algum dia
você vai chegar
Me olhar dizendo:
- Pára de falar de amor
vem me amar por favor
seja onde for

É pra lá que eu vou
com o nosso amor.

Um comentário: