Tomorrow never knows...

Tomorrow never knows...
It is not dying, it is not dying.

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Perto do sentido, incompreendido...

Ainda não foi dito o adeus
é um medo, não sei
Quero fugir e nunca mais
ouvir o teu nome outra vez

Quantas vezes mais
haverá de não compreender
quantas vezes mais
irá ferir estes corações

Jamais cessará o orgulho
onde não existe espelho
Nada faz sentido, tudo
chegou ao fim.

É hora de ir embora
e recomeçar
em outro lugar
e dizer de vez, adeus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário